DIRETRIZES ÉTICAS

Ética de Publicação e Declaração de Práticas Antiéticas da Publicação

A Declaração de Ética e Práticas Antiéticas da Publicação do Periódico Tchê Química baseia-se, em grande parte, nas diretrizes e normas desenvolvidas pelo Comitê de Ética na Publicação (COPE). O Periódico Tchê Química também endossa:

A submissão de um manuscrito ao Periódico Tchê Química implica que todos os autores leram e concordaram com seu conteúdo e que o manuscrito está em conformidade com as políticas da revista. O Periódico Tchê Química mantém-se neutro quanto às reivindicações jurisdicionais em mapas publicados e afiliações institucionais.

Os deveres e expectativas relevantes dos autores, revisores e editores da revista são apresentados a seguir.


INFORMAÇÕES GERAIS

A conformidade com a ética da publicação garante a integridade da publicação científica e a confiança nos artigos publicados. Portanto, o Perióico Tchê Química espera que todos os autores cumpram os requisitos éticos na preparação de seus manuscritos.

Os autores devem observar os altos padrões relativos à ética da publicação, conforme estabelecido pela Comissão de Ética da Publicação (COPE). Falsificação ou fabricação de dados, plágio, publicação duplicada do trabalho dos autores sem citação adequada e apropriação indébita do trabalho são práticas inaceitáveis. Quaisquer casos de má conduta ética são tratados com muita seriedade e serão tratados de acordo com as diretrizes do COPE.

O Periódico Tchê Química emprega um processo de revisão por pares totalmente duplo-cego, em que revisores e autores permanecem anônimos durante todo o processo de revisão. Todos os artigos submetidos para publicação passam por uma triagem editorial inicial. Quando uma submissão é considerada adequada, ela é enviada a dois revisores sob as políticas editoriais e com um nível mínimo de qualidade. Os revisores não saberão a identidade dos autores, pois qualquer informação de identificação será retirada do documento antes da revisão.

Uma vez que o autor submete um artigo, o (s) Editor (es) verifica (m) a composição e arranjo do artigo de acordo com as diretrizes de submissão da Revista. Em particular, revisamos a presença de seções e estilizações necessárias; se o artigo se enquadra no escopo da Revista; e se é suficientemente original e atual. Caso contrário, o artigo pode ser rejeitado sem ser revisado. Um editor-chefe designado cuidará do processo de revisão a partir deste ponto. O Editor-chefe nomeado designa pelo menos dois revisores para revisão do manuscrito de acordo com sua experiência. Os revisores devem ser especialistas na área em questão e, se possível, não devem estar institucional ou pessoalmente associados ao autor. Os revisores são solicitados a avaliar o manuscrito e fornecer comentários construtivos anônimos para o autor.

Autoria

A autoria fornece crédito para as contribuições de um pesquisador para um estudo e carrega responsabilidade. Espera-se que cada autor tenha feito contribuições substanciais para um dos seguintes momentos do manuscrito: concepção; desenho da obra; aquisição, análise ou interpretação de dados; criação de novo software utilizado no trabalho; redigiu o trabalho ou o revisou substancialmente. Além disso, espera-se que os autores tenham aprovado a versão submetida (e qualquer versão substancialmente modificada que envolva a contribuição do autor para o estudo); concordar em ser pessoalmente responsáveis pelas contribuições do autor e garantir que as questões relacionadas à precisão ou integridade de qualquer parte do trabalho, mesmo aquelas em que o autor não esteve pessoalmente envolvido, sejam devidamente investigadas, resolvidas e a resolução documentada na literatura.

O Periódico Tchê Química incentiva a colaboração com os colegas das localidades onde a pesquisa é realizada e espera sua inclusão como coautores quando cumpram todos os critérios de autoria mencionados anteriormente. Colaboradores que não atendem a todos os critérios de autoria devem ser listados na seção Agradecimentos.

Alterações de autoria

Os autores que desejarem fazer alterações na autoria serão solicitados a explicar os motivos para fazer essa alteração e preencher um formulário de alteração de autoria (CLIQUE AQUI). No entanto, é fundamental enfatizar que alterações de autoria não podem ser feitas após a aceitação de um manuscrito.

Plágio

O dicionário online de Cambridge define plágio como: “o processo ou prática de usar as ideias ou trabalho de outra pessoa e fingir que é seu”. O Periódico Tchê Química considera o plágio uma ofensa grave. Existe uma política muito rígida de plágio nessa Revista. Os artigos são avaliados quanto a plágio antes, durante e após a publicação e, se encontrados, serão rejeitados em qualquer estágio do processamento. O Periódico Tchê Química está empenhada em eliminar do seu processo de revisão e publicação manuscritos com possíveis casos de plágio. O Periódico Tchê Química usa diferentes aplicativos de detecção de plágio para verificar cada manuscrito em busca de casos potenciais de plágio. A verificação de plágio é a primeira etapa do processo de revisão do manuscrito. Manuscritos que contenham um nível inaceitável de similaridade com outras obras publicadas são imediatamente rejeitados. Os manuscritos enviados devem ser os trabalhos originais do (s) autor (es). O Periódico Tchê Química segue as diretrizes do COPE em casos de suspeita de plágio.

Manipulação de citações (referências falsas)

Submissões duplicadas

O Periódico Tchê Química não aceita submissões duplicadas. Submissão duplicada é quando um autor submete manuscritos iguais ou semelhantes a duas revistas diferentes simultaneamente. Isso inclui a submissão de manuscritos derivados dos mesmos dados, de forma que não haja diferenças substanciais nos manuscritos. A submissão duplicada também inclui a submissão do mesmo manuscrito / similar em diferentes idiomas para diferentes periódicos. Além disso, não é ético fabricar, manipular ou falsificar dados em um manuscrito.


APROVAÇÃO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM HUMANOS


Aprovação ética para pesquisas envolvendo participantes humanos, material humano ou dados humanos

A pesquisa envolvendo participantes humanos, material humano ou dados humanos deve ter sido realizada de acordo com a Declaração de Helsinque e deve ter sido aprovada por um comitê de ética apropriado. Uma declaração detalhando isso, incluindo o nome do comitê de ética e o número de referência, quando apropriado, deve aparecer em todos os manuscritos relatando tais pesquisas. Suponha que um estudo tenha recebido uma isenção de exigir aprovação ética. Nesse caso, isso também deve ser detalhado no manuscrito (incluindo o nome da comissão de ética que concedeu a isenção). Mais informações e documentação para apoiar isso devem ser disponibilizadas ao Editor mediante solicitação. Os manuscritos podem ser rejeitados se o Editor considerar que a pesquisa não foi realizada dentro de uma estrutura ética apropriada. Em casos raros, o Editor pode entrar em contato com o comitê de ética para obter mais informações.

A pesquisa envolvendo participantes humanos, que inclui material humano identificável ou dados identificáveis, requer proteção ética. De acordo com a Declaração de Helsinque emitida pela Associação Médica Mundial, a pesquisa em participantes humanos deve ser formulada em protocolos experimentais. Eles devem ser submetidos a conselhos de revisão de ética independentes (comitês de ética e conselhos de revisão institucional) para aprovação. Além disso, cada participante potencial deve ser informado sobre os "objetivos, métodos, fontes de financiamento, quaisquer possíveis conflitos de interesse, afiliações institucionais do pesquisador, os benefícios previstos e os riscos potenciais do estudo e o desconforto que isso pode acarretar" e deve dar consentimento para participar.

Consentimento para participar

Aprovação do comitê de ética

Um 'participante' é alguém que fornece ativamente dados de pesquisa. Por exemplo:


PESQUISA ENVOLVENDO ANIMAIS


COMITÊS DE ÉTICA PARA USO DE ANIMAIS (CEUAs)

Os autores devem descrever em seus manuscritos a aprovação do Comitê de Ética para Uso de Animais quando o estudo for realizado com animais. A pesquisa experimental em vertebrados ou quaisquer invertebrados regulamentados deve estar em conformidade com as diretrizes institucionais, nacionais ou internacionais e, quando disponível, deve ter sido aprovada por um comitê de ética apropriado. Os estudos de campo e outras pesquisas não experimentais em animais devem estar de acordo com as diretrizes institucionais, nacionais ou internacionais e, quando disponíveis, um comitê de ética apropriado deve ter sido aprovado. Uma declaração detalhando a conformidade com as diretrizes relevantes e / ou permissões ou licenças apropriadas deve ser incluída no manuscrito.

A Declaração da Basiléia (Suiça) descreve os princípios fundamentais a serem seguidos ao conduzir pesquisas em animais, seguindo as diretrizes éticas do Conselho Internacional de Zootecnia (ICLAS) e do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA).

Uma declaração detalhando a conformidade com as diretrizes relevantes e / ou aprovação ética (incluindo o nome do comitê de ética e o número de referência quando apropriado) deve ser incluída no manuscrito. Suponha que um estudo tenha recebido uma isenção de exigir aprovação ética. Nesse caso, isso também deve ser detalhado no manuscrito (incluindo o nome da comissão de ética que concedeu a isenção e os motivos da isenção). O Editor levará em consideração as questões de bem-estar animal e se reserva o direito de rejeitar um manuscrito, especialmente se a pesquisa envolver protocolos inconsistentes com as normas comumente aceitas de pesquisa animal. Em casos raros, o Editor pode entrar em contato com o comitê de ética para obter mais informações. Para estudos experimentais envolvendo animais de propriedade do cliente, os autores também devem documentar o consentimento informado do cliente ou proprietário e a adesão a um alto padrão (melhores práticas) de cuidados veterinários.

Os Comitês de Ética para Uso de Animais (CEUAs) fornecem caminhos para a participação pública na regulamentação da pesquisa animal. O CEUA é responsável por aprovar e monitorar a pesquisa dentro dos Estabelecimentos Credenciados de Pesquisa Animal, incluindo a realização de inspeções de animais e instalações.

Nenhuma pesquisa animal pode ser realizada sem aprovação de um CEUA. O CEUA deve considerar e avaliar as aplicações para conduzir pesquisas com base nas respostas dos pesquisadores a um conjunto abrangente de perguntas, incluindo sua justificativa para a pesquisa, seu provável impacto nos animais e procedimentos para prevenir ou aliviar a dor e angústia.

Em nome do estabelecimento, o CEUA pode impedir a pesquisa inadequada e disciplinar os pesquisadores retirando suas aprovações de pesquisa. Eles podem exigir que cuidados adequados, incluindo cuidados de emergência, sejam fornecidos aos animais. Eles também fornecem orientação e apoio a pesquisadores em questões relevantes para o bem-estar animal por meio da preparação de diretrizes e divulgação de literatura científica relevante. O CEUA é responsável por aconselhar os estabelecimentos sobre as alterações nas instalações físicas que devem ser feitas para atender às necessidades dos animais utilizados.

Aprovação do comitê de ética

Esta pesquisa recebeu aprovação do comitê de ética para uso de amostra humana ou animal da seguinte forma:

Ética: A aprovação ética para este estudo (Comitê de Ética N ° XXXXX) foi fornecida pelo Comitê de Ética de (Nome da Universidade ou Comitê Hospitalar, Cidade, País) (Presidente - Nome Completo do responsável pela autorização do experimento -) em (Data - dia mês ano).


POLÍTICA DE REVISÃO POR PARES

Todos os artigos de pesquisa passam por uma revisão dupla-cega por pares. Isso geralmente envolve uma revisão por dois revisores independentes.

Política de revisão por pares

Todas as submissões ao Periódico Tchê Química são avaliadas por um Editor, que decidirá se elas são adequadas para revisão por pares. Caso um editor esteja na lista de autores ou tem qualquer outro interesse concorrente em relação a um manuscrito específico, um outro membro do Conselho Editorial será designado para assumir a responsabilidade de supervisionar a revisão por pares. As submissões consideradas adequadas para consideração serão enviadas para revisão por pares por especialistas independentes apropriados, identificados pelo Editor. Os editores decidirão, com base nos relatórios dos revisores, e os autores recebem esses relatórios junto com a decisão editorial de seu manuscrito. Os autores devem notar que, mesmo à luz de um relatório positivo, as preocupações levantadas por outro revisor podem prejudicar fundamentalmente o estudo e resultar na rejeição do manuscrito. A prática da revisão por pares é garantir que apenas boa ciência seja publicada. É um processo objetivo no cerne de uma boa publicação acadêmica e é realizado por todas as revistas científicas de renome. Todos os revisores desempenham um papel vital na manutenção dos altos padrões da Política de Revisão e todos os manuscritos são revisados por pares seguindo o procedimento descrito abaixo.

Avaliação inicial do manuscrito

O Editor primeiro avalia todos os manuscritos para verificar sua adequação aos OBJETIVOS e ao ESCOPO da Revista, além de questões críticas como Plágio e manipulação de citações. É raro, mas um manuscrito pode, de maneira excepcional, ser aceito neste estágio. Os manuscritos rejeitados neste estágio são insuficientemente originais, têm falhas científicas graves, problemas de gramática ou uso da língua culta ou estão fora dos objetivos e escopo da revista. Aqueles que atendem aos critérios mínimos são normalmente repassados a, pelo menos, 2 especialistas para revisão.

Tipo de revisão por pares

O Periódico Tchê Química utiliza a revisão por pares duplamente cega, onde tanto o revisor como o autor permanecem anônimos durante todo o processo.

Formulário de relatório do revisor

(CLIQUE AQUI) Os revisores são solicitados a avaliar se o manuscrito é original; metodologicamente correto; segue as diretrizes éticas apropriadas; tem resultados claramente apresentados e apoia as conclusões; referencia corretamente trabalhos anteriores relevantes. A correção da linguagem não faz parte do processo de revisão por pares, mas os revisores podem, se assim o desejarem, sugerir modificações no manuscrito.

Quanto tempo leva o processo de revisão?

O tempo de processamento da revisão pode demorar até 90 a partir da data de recebimento do artigo. Caso os formulários dos revisores sejam contraditórios, será solicitada uma nova opinião de especialista. A decisão do Editor será enviada ao autor com recomendações feitas pelos revisores, que geralmente incluem comentários textuais. Os manuscritos revisados podem ser devolvidos aos revisores iniciais, que podem então solicitar outra revisão do manuscrito.

Relatório final

A decisão final de aceitar ou rejeitar o manuscrito será enviada ao autor e quaisquer recomendações feitas pelos revisores podem incluir comentários literais dos revisores.

Decisão final do editor

Os revisores aconselham o editor, que é o responsável pela decisão final de aceitar ou rejeitar o artigo.

Má conduta

O Periódico Tchê Química seguirá as diretrizes do COPE (CLIQUE AQUI) que descreve como lidar com casos de suspeita de má conduta.

Má conduta de pesquisa

Todas as pesquisas envolvendo seres humanos (incluindo dados humanos e material humano) e animais devem ter sido realizadas dentro de uma estrutura ética apropriada (veja nossa Pesquisa envolvendo animais - Comitês de Ética para Uso de Animal (CEUAs) e aprovação de Ética para Pesquisa envolvendo participantes humanos, material humano, ou informações de dados humanos). Se houver suspeita de que a pesquisa não ocorreu dentro de uma estrutura ética apropriada, o Editor pode rejeitar um manuscrito e pode informar terceiros, por exemplo, instituição (ões) do (s) autor (es) e comitê (s) de ética. Em casos de conduta inadequada de pesquisa comprovada envolvendo artigos publicados, ou quando a integridade científica do artigo for significativamente prejudicada, os artigos podem ser retratados.


NOTIFICAÇÕES

Correções, retratações e expressões de preocupação

Caso o Periódico Tchê Química deva publicar correções ou retratações de artigos publicados na Revista, isso será feito para manter a integridade do histórico acadêmico. O Periódico Tchê Química aplica as diretrizes do Comitê de Ética em Publicações (COPE) sobre correções, retratações e manifestações de preocupação em tais situações.

Correções

Erros em artigos publicados podem exigir uma correção na forma de uma errata. Como os artigos podem ser lidos e citados assim que são publicados, quaisquer alterações posteriores podem afetar potencialmente aqueles que leram e citaram a versão anterior. O Periódico Tchê Química oferece aos autores a oportunidade de revisar as provas dos artigos antes da publicação, com o objetivo expresso de garantir a exatidão do conteúdo. A publicação de uma errata aumenta a probabilidade de os leitores acharem a mudança e explica os detalhes da mudança. A errata é publicada em uma página numerada e conterá a citação do artigo original. Casos em que essas correções sejam insuficientes para corrigir um erro serão tratados caso a caso pelo Editor-Chefe. As inadequações decorrentes do curso normal de novas pesquisas científicas não estão dentro desse escopo e não exigirão correção ou retirada.

Manifestações de preocupação

Quando houver dúvida substancial quanto à honestidade ou integridade de um artigo submetido ou publicado, é responsabilidade do Editor-Chefe garantir que o assunto seja tratado de forma adequada. O Editor-Chefe deve ser prontamente informado da decisão da instituição patrocinadora e deverá ser impressa uma retratação caso seja constatado que foi publicado artigo fraudulento. Alternativamente, o Editor-Chefe pode optar por publicar uma manifestação de preocupação sobre aspectos da conduta ou integridade do trabalho.

Retração de artigo

O Periódico Tchê Química endossa as Diretrizes de Retração do Comitê de Ética em Publicações (COPE) (CLIQUE AQUI ) e também se refere ao parecer do ICMJE sobre Correções, Retiradas e "Manifestações de Preocupação", bem como sobre Publicações Sobrepostas. Quaisquer alterações ao artigo original serão descritas na nota. O artigo original permanece em domínio público, e a subsequente Correção ou Retratação será amplamente indexada. No caso excepcional de o material ser considerado uma violação de certos direitos ou difamatório, poderemos ter que remover esse material de nosso site e dos sites de arquivo. Autores, leitores ou organizações que tomam conhecimento de erros ou questões éticas em um artigo publicado são encorajados a contatar o periódico individual em primeira instância através dos dados de contato disponíveis no site do periódico. Os Editores considerarão todos os relatórios; aconselhamento especializado adicional pode ser buscado ao decidir sobre o curso de ação mais apropriado. Uma nota de retratação intitulada “Retratação: [título do artigo]” é publicada na parte paginada do número subsequente da revista e listada na lista de conteúdo. O artigo online é precedido por uma tela contendo a nota de retratação. Para esta tela, o link resolve; o leitor pode então prosseguir para o próprio artigo. O artigo original é mantido inalterado, exceto por uma marca d'água no .pdf indicando em cada página que ele foi "retirado".

Remoção de artigos: limitações legais

Pode ser necessário remover um artigo do banco de dados online em um número extremamente limitado de casos. Isso só ocorrerá quando o artigo for difamatório ou infringir os direitos legais de terceiros, ou quando o artigo for, ou tivermos boas razões para esperar que seja, objeto de uma ordem judicial ou onde o artigo, se for adotado, pode representar um sério risco para a saúde. Nessas circunstâncias, enquanto os metadados (Título e Autores) forem retidos, o texto será substituído por uma tela indicando que o artigo foi removido por motivos legais.


Responsabilidades dos Editores

Decisões de publicação
O editor é responsável por decidir quais artigos submetidos à revista serão publicados. O editor avaliará os manuscritos sem considerar a raça dos autores, gênero, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, cidadania ou filosofia política. A decisão será baseada na importância, originalidade e clareza do artigo, bem como a validade do estudo e sua relevância para o escopo da revista. Os requisitos legais atuais sobre difamação, violação de direitos autorais e plágio também são considerados.
Confidencialidade
O editor e qualquer membro da equipe editorial não devem divulgar nenhuma informação sobre um manuscrito enviado a ninguém que não seja o autor correspondente, ou conforme apropriado, aos revisores, revisores em potencial, outros consultores editoriais e o editor.
Divulgação e conflitos de interesse
Os materiais não publicados divulgados em um artigo submetido não serão utilizados pelo editor ou pelos membros do conselho editorial para seus próprios fins de pesquisa sem o consentimento explícito por escrito do autor.
reconhecimento de fontes
Os editores devem usar o software apropriado para identificar os casos em que o trabalho publicado relevante referido no artigo não foi citado na seção de referência. Os resultados da análise do software devem apontar se as observações ou argumentos derivados de outras publicações são acompanhados pela respectiva fonte. Os Editores notificarão o autor de qualquer similaridade ou sobreposição substancial entre o manuscrito em consideração e qualquer outro artigo publicado do qual tenham conhecimento.

Responsabilidades dos revisores

Contribuição para decisões editoriais
O processo de revisão por pares auxilia o editor e o conselho editorial na tomada de decisões editoriais e também serve ao autor na melhoria do manuscrito.
Prontidão
Qualquer avaliador selecionado que se sinta desqualificado para revisar a pesquisa relatada em um manuscrito ou que saiba que sua revisão imediata será impossível deve notificar o editor e se retirar do processo de revisão.
Confidencialidade
Todos os manuscritos recebidos para revisão devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser divulgados ou discutidos com outras pessoas, exceto conforme autorizado pelo editor.
Padrões de objetividade
As revisões devem ser conduzidas objetivamente. Críticas pessoais ao autor são inadequadas. Os revisores devem expressar suas opiniões claramente com argumentos de apoio.
Reconhecimento de fontes
Os revisores devem identificar os casos em que um trabalho publicado relevante referido no artigo não foi citado na seção de referências. Eles devem indicar se as observações ou argumentos derivados de outras publicações são acompanhados pela respectiva fonte. Os revisores notificarão o editor de qualquer similaridade ou sobreposição substancial entre o manuscrito em consideração e qualquer outro artigo publicado sobre o qual tenham conhecimento pessoal.
Divulgação e conflito de interesses
Informações ou idéias privilegiadas obtidas por meio da revisão por pares devem ser mantidas em sigilo e não devem utilizadas para vantagem pessoal. Os revisores não devem considerar manuscritos nos quais tenham conflitos de interesse resultantes de relações ou conexões competitivas, colaborativas ou outras com outros autores, empresas ou instituições associadas aos trabalhos.

Deveres dos autores

Padrões de manuscritos
Os autores dos manuscritos originais de pesquisa devem apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva de seu significado. Os dados subjacentes devem ser representados com precisão no artigo. Um artigo deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar o trabalho. Declarações fraudulentas ou conscientemente imprecisas constituem comportamento antiético e são inaceitáveis.
Acesso e retenção de dados
Os autores podem ser solicitados a fornecer os dados brutos de seus estudos juntamente com o artigo para revisão editorial e devem estar preparados para disponibilizar publicamente os dados, se possível. De qualquer forma, os autores devem garantir a acessibilidade desses dados a outros profissionais competentes por pelo menos dez anos após a publicação (de preferência por meio de um repositório de dados institucional ou por ou outro datacenter), desde que a confidencialidade dos participantes possa ser protegida e direitos legais relativos a propriedade da informação não impeçam sua divulgação.
Originalidade, plágio e reconhecimento de fontes
Os autores enviarão apenas trabalhos inteiramente originais e citarão adequadamente o trabalho e/ou palavras de outros. Publicações que foram influentes na determinação da natureza do trabalho relatado também devem ser citadas.
Publicação múltipla, redundante ou simultânea
Em geral, os artigos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa não devem ser publicados em mais de uma revista. Submeter o mesmo trabalho a mais de uma revista constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável.
Os manuscritos que foram publicados com material protegido por direitos autorais em outros lugares não podem ser enviados para publicação. Além disso, os manuscritos sob revisão da revista não devem ser reenviados para publicações protegidas por direitos autorais. No entanto, ao enviar um manuscrito, o(s) autor(es) mantém os direitos sobre o material publicado. No caso de publicação, eles permitem o uso de seu trabalho sob uma licença CC-BY [http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/], que permite que outras pessoas copiem, distribuam e transmitam o trabalho, bem como para adaptar o trabalho e fazer uso comercial dele.
Autoria do artigo
A autoria deve ser limitada àqueles que deram uma contribuição significativa à concepção, design, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores.
O autor correspondente garante que todos os co-autores contribuintes e nenhuma pessoa não envolvida sejam incluídos na lista de autores. O autor correspondente também verificará se todos os co-autores aprovaram a versão final do artigo e concordaram com sua submissão para publicação.
Divulgação e conflitos de interesse
Todos os autores devem incluir uma declaração divulgando qualquer conflito de interesse financeiro ou outro que possa ser interpretado como influência nos resultados ou na interpretação de seu manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro ao projeto devem ser divulgadas.
Erros fundamentais em obras publicadas
Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão em seu próprio trabalho publicado, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor da revista e cooperar com o editor para retirar ou corrigir o artigo na forma de uma errata.